Professor Cleiton questiona exploração da Serra do Curral, em Belo Horizonte

Serra do Curral, que é protegida pelo processo de tombamento, será usada pela mineradora Tamisa, que irá minerar uma uma área gigantesca de vegetação nativa da mata atlântica.

Nos últimos dias, o Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) aprovou a licença de instalação da mineradora Tamisa na Serra do Curral, em Belo Horizonte. No entanto, o espaço é, até então, protegido pelo processo de tombamento, que foi iniciado em 2018.

Vale destacar que, segundo decreto federal de número 25, de novembro de 1937, ninguém pode descaracterizar um bem em questão quando é iniciado o processo de tombamento.

Com a aprovação pelo Copam, a Tamisa irá minerar uma área gigantesca de vegetação nativa da mata atlântica, onde parte dela é considerada prioritária para conservação.

Segundo o deputado estadual Professor Cleiton (PV), “o mais grave nisso tudo é que a instalação de todo esse empreendimento foi analisado pela Superintendência de Projetos Prioritários e, não, pela Superintendência Central. Na legislação, empreendimentos privados precisam ser classificados pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico como prioritários, o que não aconteceu” – disse o parlamentar.

Em suas redes sociais, o deputado questionou a atitude por parte do governo de Minas; “fica aqui minha pergunta, dúvida e estranheza: quais critérios levaram o governo de Minas a considerar a exploração da Tamisa na Serra do Curral como prioritária?”

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Notícias Populares:

Receba as notícias
em primeira mão!

Fique por dentro de todas as novidades:

Digite o seu e-mail abaixo e não perca nenhuma notícia!

Navegue por nosso site!

Postagens Relacionadas

Abrir WhatsApp!
1
Precisa de ajuda?
Deputado Prof. Cleiton
Olá! Como podemos te ajudar?